Palco-Laboratório Harmonização A Copo

publicado em: Gastronomia, Laboratórios | 0

Com “cenários” de degustação cativantes e carta de vinhos interessante, com o vinho a copo como “ator” principal, eis um restaurante na cidade do Porto a “utilizar” para almoços e jantares, com ambiente distinto e cativante

Já escrevi por diversas vezes e em locais diferentes, que considero o chef Arnaldo Azevedo uma das figuras promissoras e atuais da gastronomia em Portugal. Pela sua criatividade e inovação, que associado à sua escola de base na gastronomia Portuguesa pura e dura e estágios com chef’s de prestígio internacional, o torna efetivamente numa revelação no panorama nacional e internacional, como aliás já aconteceu recentemente com elogios pela conhecida crítica de vinhos Inglesa Sarah Ahmed.

O restaurante Palco localizado no excelente hotel Teatro na cidade do Porto, foi “palco” para o início de uma nova fase de reportagens / harmonizações do Alivetaste, em que estão previstos 22 restaurantes a nível nacional por mim selecionados. Esta nova fase tem algumas novidades, além do artigo principal como este, e dos artigos “A minha escolha” e “A escolha do fotógrafo” passarão a existir mais dois, “A melhor harmonização” e “O Melhor vinho”.

Hoje tivemos como convidado especial, bastante participativo e interessado, Jorge Monteiro, Presidente da Viniportugal. Fez também parte do júri, Alexandre Souto do IPF Instituto Português de Fotografia. O exercício passou hoje por juntar opções de dois menus de degustação do restaurante, dando a conhecer algumas caraterísticas de cada, o “Almeida Garrett” e o “Palco”, com as respetivas harmonizações propostas. De realçar que este espaço trabalha com estes menus, podendo no entanto ser escolhida qualquer opção que integra qualquer um deles, como hoje fizemos.

Para entradas o lavagante e as vieiras em Flor de Ventura (vencedor nas entradas) com Soalheiro Alvarinho Bruto 2012 a que se seguiu a vitela à Délia e um  Herdade do Peso 2012. Para peixes foram apresentados os cinco sentidos do peixe-galo (vencedor) com Cottas Branco de 2012 e o retrato do mar  acompanhado do Cottas Reserva Branco 2011. Nas carnes o rosa e lírio do leitão com Meandro do Vale Meão 2011 (melhor harmonização e melhor vinho) e o borrego coquete dos Prados (vencedor e a minha escolha) com o Casa Amarela Rosé 2013. As sobremesas que finalizaram a degustação foram o anjo és (vencedor e prato mais fotogénico) com o Quinta do Portal Moscatel do Douro e a voz e aroma com Rozès Infanta Isabel 10 Anos.

De realçar que os pratos e harmonizações fazem parte da carta e dos menus com que o restaurante Palco funciona diariamente, situação obrigatória nestas reportagens, assim como os empratamentos são os aqui apresentados.

Mais informação aqui www.hotelteatro.pt/Restaurante Palco

texto Mário Rodrigues
fotografias  Pedro do Canto Brum

Goste / Partilhe este artigo: