O Paço dos Cunhas, restaurante de cozinha de autor e um dos ícones da vila de Santar, no Dão, lançou uma carta para a estação quente que homenageia tradições e costumes ancestrais da região, reinventando sabores e privilegiando a excelência dos produtos locais

Localizado numa propriedade senhorial do século XVII, na nobre vila de Santar, o restaurante Paço dos Cunhas é um ícone da cultura gastronómica da região Dão-Lafões, no distrito de Viseu. Fazendo jus à sua reputação de espaço de fine dining, o Chef Henrique Ferreira e a sua equipa desenharam uma carta para o verão que homenageia a cozinha beirã e as tradições de Santar, numa reinterpretação da cozinha tradicional portuguesa que resulta em pratos surpreendentes, onde o passado e o presente se cruzam de forma inesperada.

“Quisemos homenagear as gentes e tradições de Santar, reinterpretando alguns dos clássicos da cozinha portuguesa, assim como do receituário regional, respeitando os produtos e ingredientes locais e próprios da estação, como é o caso do tomate coração de boi, o feijão verde, as nêsperas e mesmo as violetas, tão típicas nesta época. Mais do que apenas uma experiência enogastronómica, queremos que a visita ao Paço dos Cunhas seja uma viagem pelos sabores e pelas histórias guardadas ao longo do tempo nesta vila única”, afirma o Chef Henrique Ferreira, responsável pela cozinha deste emblemático espaço de gastronomia no coração do Dão.

A escolhas começam nas entradas, onde se destacam as homenagens a pratos tradicionais desta época, com reinvenções das estivais “Sardinhas Assadas com Pimentos”, dos “Peixinhos da Horta” ou da “Bifana no Pão”, tributos aos petiscos típicos dos convívios populares de verão.  No peixe, salta à vista a “Massa Fresca de Lingueirão à Bolhão Pato”, o “Arroz Caldoso de Polvo”, ou a “Caldeirada de Peixes da Nossa Costa”. O trabalho de reinvenção das receitas ancestrais está presente também na carne, onde se salientam pratos que revivem sabores antigos como o “Frango do Campo de Fricassé”, a “Barriga de Porco com Beterraba e Couve” ou o “Bife de Cebolada”.

As sobremesas respeitam o receituário português, contando histórias muito próprias, como o “Ananás, Violetas e Moscatel”, onde a fruta dos Açores é trabalhada com o moscatel e finalizada com um crocante de violetas, a relembrar as cores e aromas das ruas de Santar no verão; o “Creme Queimado de Nêspera e Chocolate”, com as nêsperas apanhadas no quintal; ou a “Rabanada de Sopa Dourada”, inspirada num clássico da doçaria portuguesa.

São muitas mais as opções, quer à carta, quer em três menus de degustação propostos pelo Chef: o menu “Origens” (27,50€, ou 36,50€ com harmonização), o menu “Santar” (35,00€, ou 50,00€) e o menu “Do Chef” (57,50€, ou 82,50€). Os menus de degustação têm a opção de harmonização com os melhores vinhos do portfolio da 1990 Premium Wines, das marcas Casa de Santar, Vinha dos Amores, Encontro ou Saturno, cuja seleção pode ser aconselhada pelo escanção e chefe de sala, André João.

Por último, uma referência à famosa “Broa de Milho” que é oferecida no início da refeição, amassada e cozida na cozinho do Paço dos Cunhas. Conta a história que, em tempos antigos, à massa que sobrava acrescentava-se canela e açúcar e faziam-se broas doces para as crianças no regresso da escola – a mesma “Broa Doce” que também está presente no cardápio, a acompanhar o café, assim como as “Farturas da Feira de S. Mateus” e as “Cavacas de Resende”, em versões aqui reinventadas.

“O Paço dos Cunhas é um dos nossos espaços de enoturismo mais carismáticos, onde aliamos o fine dining aos nossos vinhos de terroir, produzidos nas vinhas do Dão, da Bairrada e do Alentejo. A nova carta, elaborada pelos Chefs Henrique Ferreira e Alberto Correia, vem tornar as nossas experiências enogastronómicas ainda mais exclusivas e especiais”, refere Vítor Castanheira, CEO da 1990 Premium Wines, empresa detentora do Paço dos Cunhas.

A nova carta do restaurante Paço dos Cunhas estará disponível até ao próximo mês de outubro e as reservas podem ser feitas através do telefone 232 945 452 ou do email [email protected]

O restaurante do Paço dos Cunhas abre de terça a quinta-feira para almoço, das 12h00 às 15h00; sextas e sábados, almoço e jantar, das 12h00 às 15h00 e das 19h00 às 22h00; e domingos para almoço, das 12h00 às 16h00.

Saiba mais em: https://1990.wine/enoturismo/restaurantes/restaurante-paco-dos-cunhas/