Monólogo Arinto e Singular pontuados por Robert Parker

publicado em: Notícias | 0

Um vinho notável de excecional complexidade e caráter é a tradução dos 90 e 91 pontos da escala do prestigiado crítico americano Robert Parker, tendo a pontuação sido atribuída respetivamente aos vinhos Monólogo Arinto P24 e Singular do produtor A&D Wines

singular

O artigo dedicado às novidades dos Vinhos Verdes foi divulgado na publicação de Parker, a The Wine Advocate, através do seu site eRobertParker.com.

Mark Squires, o provador de vinhos portugueses da equipa de Robert Parker, revelou estas e outras 125 notas de prova, todas publicadas num artigo de 30 de Junho intitulado de ‘Portugal: Clima quente, brancos e outros’, em que destaca as novidades dos Vinhos Verdes. Squires afirma que o Monólogo Arinto P24 e o Singular, das colheitas de 2015, ‘são “vinhos de mesa típicos”, não efervescentes, secos e bem-feitos’, mostrando ainda surpresa por não estarem no mercado americano, rematando a nota com uma afirmação, ‘Eles certamente deveriam estar aqui’.

O Singular 2015 é composto por diversas castas selecionadas exclusivamente pelo enólogo e cultivadas com recurso a práticas de agricultura sustentáveis. É um vinho aromático, produzido com técnicas de intervenção mínima. É complexo, encorpado, com um final agradável e prolongado. PVP –  8,50€

O Monólogo Arinto P24 2015 é um monovarietal produzido na parcela específica P24, selecionada pela sua consistente produção de uvas de qualidade superior. Este branco pretende traduzir ano após ano o que a parcela referenciada produziu, sendo por isso um vinho onde a intervenção na adega foi limitada apenas ao acompanhamento de um saudável processo de fermentação natural. Esta parcela encontra-se implantada a uma quota de 320 metros de altitude e proporcionou um vinho de cor citrina com tons cristalinos. Sobressaem os aromas de fruta branca com um palato rico e complexo, o final é longo e aprazível. É um vinho vocacionado para a mesa. PVP – 7,50€

Goste / Partilhe este artigo: