Maior adega do país

publicado em: Notícias | 0

A Adega Cooperativa de São Mamede da Ventosa, em Torres Vedras, aumentou a capacidade de produção para 50 milhões de litros graças à remodelação de instalações antigas, nas quais se incluem equipamentos tecnológicos de última geração que reforçam a qualidade dos vinhos produzidos na Adega e a sua liderança como a maior do País

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Com esta dimensão, a Adega duplica a capacidade de produção, podendo dar resposta à totalidade dos associados.

Nos últimos cinco anos, construíram-se na Região de Lisboa seis Adegas, o que reflete o dinamismo e a força da região, dos seus produtores e das marcas tanto ao nível nacional, como internacional.

Os responsáveis da Adega Cooperativa de São Mamede da Ventosa pretendem agora aumentar a capacidade produtiva, manter e reforçar a qualidade dos vinhos e estreitar a ligação com os envolvidos na indústria vitivinícola.

“A importância de Torres Vedras no contexto do vinho e da vinha nacionais é indiscutível, pelo que com o aumento do complexo vamos conseguir alcançar resultados ainda mais satisfatórios em termos de volume de produção” afirma Vasco d’Avillez, presidente da Comissão Vitivinícola da Região de Lisboa.

A Cooperativa que celebra o seu 60º aniversário, surgiu para colmatar as necessidades de produção e de conhecimentos técnicos dos viticultores da região e, desde então, tornou-se a maior Adega do país em volume de produção.

A recente inauguração das instalações da Adega Cooperativa de São Mamede da Ventosa contou com a presença de Marcelo Rebelo de Sousa, Presidente da República, que elogiou o percurso do sector cooperativo no contexto vitivinícola.

Goste / Partilhe este artigo: