Pascoalini com “Sabores do Ribatejo”

publicado em: Notícias | 0

Pascoalini é uma geladaria artesanal (e croissanteria) de Santarém, cada vez mais apostada em mostrar-se ao país e, quem sabe, investir além fronteiras

pascoali 450

De portas abertas desde Janeiro de 2013, Rui e Patrícia Pascoalinho estão agora focados em abraçar novos desafios. Se, por um lado, a expansão do projeto começou a ganhar forma com a aquisição de duas motas de street food, por outro, decidiram criar uma gama de gelados e sorvetes com a assinatura “Sabores do Ribatejo by Pascoalini”.

Porque as parcerias com produtores locais são um facto desde o início, é tempo de acrescentar valor às mesmas, ao produto e à região berço da Pascoalini. Apostada em inovar, respeitando o que de melhor a região do Ribatejo tem para oferecer, a geladaria scalabitana está a desenvolver esta nova gama que tem tanto de deliciosa quanto de entusiasmante e à qual ninguém ficará indiferente. A oferta é composta por sorvetes de frutas e, também, legumes e gelados de doces regionais. Em comum têm a produção artesanal.

Sorvete de ‘Morango das Fazendas de Almeirim’, ‘Melão de Almeirim’, ‘Figo de Almoster’ são alguns do sabores que podem ser provados desde já. Para breve o lançamento de sorvete de ‘Tomate de Azambuja’. Sendo esta uma região rica em doces conventuais, foi desde sempre vontade do mestre gelateiro Rui Pascoalinho fazer gelados que enalteçam essas iguarias. Resultantes de uma vasta pesquisa e de testes diversos nasceram os gelados de Celeste, de Pampilho – ambos típicos de Santarém – e de Mousse de Chocolate com Arrepiado, um doce conventual de Almoster.

Rodrigo Castelo, chef do restaurante Taberna Ó Balcão, também em Santarém, junta-se à iniciativa como embaixador da gama ‘Sabores do Ribatejo by Pascoalini’. Amigo de Rui e Patrícia, é desde sempre cliente da Pascoalini e “encubador de ideias” para a criação de novos e típicos sabores, como o figo e agora o tomate.

Goste / Partilhe este artigo: