MontAlegre Clássico tinto

Do enólogo Francisco Gonçalves, uma meritória e renovada abordagem às colheitas de altitude da Região de Trás-os-Montes.

A partir das castas touriga nacional, tinta roriz e tinta amarela, este néctar de montanha tem um aroma intenso onde a fruta vermelha se distingue.

Na boca tem uma densidade muito peculiar, sendo um vinho com 13%, equilibrado, onde a frescura e a elegância se distinguem. Harmoniza bem com enchidos e pratos bem estruturados.

Um vinho com a ter em atenção com um pvp de cerca de 5€.

por Mário Rodrigues

Goste / Partilhe este artigo: