Quinta da Pacheca conquista ásia

publicado em: Notícias | 0

Medalha de ouro para o Porto Tawny 10 anos e medalhas de prata para o Reserva Vinhas Velhas 2011 e Superior Tinto 2012 no Asia Wine Trophy.

PACHECA_Vinhas_velhas_2011 g

Três vinhos da Quinta da Pacheca alcançaram destaque no Asia Wine Trophy, um dos concursos mais prestigiados da Ásia.

Estas classificações agora conhecidas revestem-se de especial importância, tanto mais que podem abrir as portas de um mercado com um potencial enorme. “Para a Quinta da Pacheca estes prémios representam o reconhecimento da qualidade dos nossos vinhos e poderão traduzir-se num aumento de vendas nos mercados do extremo oriente, onde já estamos implantados”, refere Maria Serpa Pimentel, enóloga da Quinta da Pacheca.

O destaque vai para o Pacheca Porto Tawny 10 anos, que venceu uma medalha de ouro. Trata-se de um vinho que está na carta do restaurante de um dos melhores chefs de cozinha do mundo, Joel Robuchon, e tem vindo a receber vários prémios. Resultante de um blend de vinhos do Porto, tem uma cor âmbar-aloirada, com aromas de frutos secos e notas de chocolate e caramelo.

Duas outras referências da Quinta da Pacheca alcançaram medalhas de prata. São eles: Pacheca Reserva Vinhas velhas 2011 e o Pacheca Superior Tinto 2012. O primeiro, proveniente de uvas de vinhas com mais de 50 anos, com uma grande diversidade de castas do Douro, mostra aroma intenso de frutos vermelhos, com notas de chocolate e fumo. Quanto ao segundo, proveniente de uvas das castas do Douro, Touriga Franca, Touriga Nacional, Tinta Roriz e Tinto Cão, tem uma cor vermelha-rubi profunda, e na boca mostra notas de frutos vermelhos e aromas especiados, com taninos redondos.

A Quinta da Pacheca, um dos mais afamados e antigos produtores de vinho nacionais, dispõe de uma propriedade com 54 hectares que se estendem até ao rio Douro, na zona de Cambres, em Lamego.

Goste / Partilhe este artigo: