Moscatel Roxo de Setúbal foi o único português no pódio do Challenge International du Vin

publicado em: Notícias | 0

O concurso Challenge International du Vin, que decorre há 40 anos em Bordéus, acaba de revelar os resultados da sua 41ª edição, tendo-se Portugal destacado no pódio dos grandes prémios com o Moscatel Roxo de Setúbal Venâncio da Costa Lima 2013, que obteve o “Prix Special” na Categoria de Vinhos Fortificados, sendo o único vinho português a figurar na restrita lista de 11

Ao prémio que distingue o “melhor entre os melhores” na sua categoria (“Prix Special”), juntam-se ainda 14 medalhas de Ouro e 9 de Prata para a Região da Península de Setúbal.

A competição teve lugar no Palais des Congrès, Bordeaux, onde 740 provadores avaliaram quase 5 mil vinhos, de 38 países. Da competição saíram 1 388 vinhos premiados: 707 com Medalha de Ouro – de onde se destacam os 11 melhores em cada categoria (“Prix Special”) – 462 com Medalha de Prata e 219 com Medalha de Bronze.

O “Prix Special” atribuído ao Moscatel Roxo Venâncio da Costa Lima 2013 vem juntar-se a um impressionante historial de prémios deste produtor da Península de Setúbal: no início de 2017 o seu Moscatel de Setúbal 30 Anos foi escolhido pela Revista de Vinhos para figurar entre os Grandes Vinhos de Portugal, após ter obtido 93/100 pontos do famoso crítico Robert Parker em 2015. O Moscatel de Setúbal Reserva 2006 foi distinguido como o melhor do mundo no concurso francês “Muscats du Monde” em 2011, tendo obtido a classificação máxima entre os 210 moscatéis. Desde 1914 que a família Venâncio da Costa Lima aperfeiçoa a arte de criar o Moscatel perfeito. O Moscatel Roxo Venâncio da Costa Lima 2013 é elaborado a partir da rara casta Moscatel Roxo, uma casta exclusiva da região. Lançado pela primeira vez com a colheita de 2012, só este ano começou a participar em concursos internacionais.

Informação sobre o Challenge International du Vin

Goste / Partilhe este artigo: