Pintas no topo das escolhas do ‘melhor sommelier do mundo’

Jorge Serôdio Borges e Sandra Tavares da Silva – Wine&Soul – vêm novamente o seu vinho duriense Pintas no topo dos vinhos portugueses mais pontuados

Andreas Larsson, o “Melhor Sommelier do Mundo” (2007, ASI) e diretor vínico do conceituado restaurante PM & Vänner, na Suécia, esteve em Portugal para avaliar em prova 100% cega 195 vinhos nacionais. O Pintas 2014 foi o único vinho a conseguir 95 pontos, liderando a lista.

É o primeiro vinho do projeto Wine&Soul fundado em 2001 pelo casal de enólogos Jorge Serôdio Borges e Sandra Tavares da Silva. O nome, inspirado no irrequieto pointer do casal, rapidamente se tornou numa referência internacional do Douro. A sua terceira colheita, o Pintas 2011, obteve a melhor pontuação de sempre de um vinho não generoso português pela “bíblia” mundial dos vinhos, a conceituada revista norte-americana “Wine Spectator”.

O tinto duriense Pintas expressa o carácter da octogenária vinha velha que lhe dá origem. A vinha única, composta por 30 castas indígenas do Douro, origina um field blend excecional que procura o equilíbrio entre a concentração, complexidade e elegância. O Pintas 2014 apresenta-se equilibrado, fresco e mineral onde sobressai uma cor púrpura muito intensa, aromas violeta combinados com frutos de bago preto maduro, especiarias e chocolate negro. Com uma produção limitada – 6 mil garrafas 75cl – o Pintas 2014 pode ser encontrado no mercado por um valor aproximado de 75 euros. 

Goste / Partilhe este artigo: