Restaurante Abre-latas, “um imenso e interminável fresco”

publicado em: Lugares, Opinião | 0

Um espaço único em Portugal, onde a cultura é o suporte de uma indústria conserveira tradicional e esta o suporte de uma cozinha verdadeiramente criativa, aliciante, saborosa e simples que nos atinge e desperta para as raízes mais profundas do verdadeiro prazer degustativo e social que a mesa tem

Aqui a cozinha é indiscutivelmente poesia pura. Jorge Colaço, licenciado em literaturas modernas, cujas mãos são comandadas pelo seu intelecto, com um nível simplicista e único de criatividade gastronómica, deixa-nos invulgarmente  surpreendidos com as suas conserveiras criações de valor acrescentado, ao potenciar a sua versatilidade gastronómica.

Júlio Fernandes, engenheiro mecânico de profissão e primo e amigo de longa data, encarrega-se da sala, fazendo a ponte entre o cliente, a cozinha e os vinhos, tratando de que tudo harmonize de forma convencional, sem pretensiosismos, mas de forma eficaz. O vinho tem um papel importante, apostando em néctares invulgares que se integrem na cozinha aqui praticada e com serviço de vinho a copo.

Aqui a noção de “conserva” vai, contudo, muito além das conservas de peixe ou em lata, estendendo-se a toda uma gama de produtos de conserva natural que abrange, por exemplo, os enchidos, os queijos, o pato curado (ou presunto de pato), a moxama e a estopeta de atum, as compotas, doces tradicionais (como o bolo de figo), entre outros.

“Para nós, a cozinha é um gosto antigo. A restauração é uma nova vida. E se a primeira materializa a soma de vivências e convicções pessoais, a restauração é uma clara vontade de partilha.” – Elucida-nos Jorge Colaço, que afirma que “Se a cozinha for cosa mentale (como dizia Leonardo da Vinci da pintura), a restauração será decerto um imenso e interminável fresco.” Mesmo que ainda não tenhamos saboreado a sua cozinha, as suas palavras colocam-nos automaticamente no premente roteiro do Abre-Latas, um espaço a não perder.

Jorge Colaço e Júlio Fernandes esperam que o Abre-Latas possa agir de forma positiva no contexto urbano onde está situado (a Mouraria), pretendendo contribuir de alguma forma para o restauro da bela igreja de São Cristóvão e, de uma forma geral, para a renovação do bairro.

Abre-Latas – Eating House & Catering
Rua do Regedor, 7
1100-433 Lisboa
T: (+351) 218 861 081
Email: abrelatas@abrelatas.pt

texto Mário Rodrigues
edição Rita Lisboa

Goste / Partilhe este artigo: