“Vinha dos Amores”

publicado em: Notícias | 0

O produtor do Dão “Casa de Santar” eleva o conceito de “vinhos de excelência” e apresenta o restyling da marca, ao mesmo tempo que lança a gama “Vinha dos Amores”, exclusivamente direcionada para o segmento premium, onde podemos encontrar o melhor da Touriga Nacional e do Encruzado, castas de referência do Dão

casa-de-santar-vinhas-dos-amores

A apresentação do restyling da marca coincide com a estreia de dois vinhos monocasta de eleição: o ” Casa de Santar Vinha dos Amores branco 2014″, produzido a partir da casta Encruzado, e o ” Casa de Santar Vinha dos Amores tinto 2011″, elaborado a partir da casta Touriga Nacional.

Ambos de grande caráter, os novos vinhos, com assinatura do enólogo Osvaldo Amado, apresentam um forte potencial de evolução, sendo, portanto, vinhos de guarda, mas que podem ser consumidos com muito prazer desde já. Isto porque os ” Casa de Santar Vinha dos Amores” são, por definição, resultado de anos de exceção nas já de si especiais vinhas desta casa e, portanto, de produção limitada, sendo o preço de venda ao público de €24,90/garrafa.

Com uma produção limitada a 3.000 garrafas, o ” Casa de Santar Vinha dos Amores branco 2014″ apresenta um aspeto cristalino e uma cor citrina intensa, com abundantes tons esverdeados. O aroma denuncia alperce seco, madeiras exóticas, cereal tostado, grãos tostados e baunilha, sendo o sabor complexo, elegante, harmonioso e com longa persistência.

Pronto a consumir desde já mas a evoluir muito positivamente nos próximos anos, este branco de eleição é ideal para acompanhar iguarias à base de peixes e carnes de confeção estruturada.

O ” Casa de Santar Vinha dos Amores tinto 2011″, cuja produção é limitada também a 3.000 garrafas, é produzido exclusivamente a partir da casta Touriga Nacional. O seu estágio compreendeu 12 meses em barrica de carvalho francês.

Este vinho apresenta um aspeto límpido e uma cor granada intensa com notórios tons violáceos. O seu aroma é intenso e complexo, onde são flagrantes os frutos do bosque, frutos vermelhos bem maduros e geleia dos mesmos. Tem ainda umas notas florais e de especiarias. O sabor é frutado, macio, bem estruturado e com evidente persistência final.

É um vinho excelente para o acompanhamento de queijos maturados e iguarias de confeção estruturada à base de peixes gordos e carnes vermelhas.

Goste / Partilhe este artigo: