ViniPortugal reforça formação e mercados estratégicos

publicado em: Notícias | 0

Durante o Fórum Vinhos de Portugal, um evento anualmente organizado pela ViniPortugal, foram apresentadas e debatidas pistas e diretrizes para o sector vitivinícola nacional, com enfoque nas orientações estratégicas para conquistar mercados crescentes a nível mundial

logoviniportugal-novo

Este evento serviu de palco para divulgar o estudo da Wine Intelligence, uma consultora britânica especializada em estudos de mercado e novas tendências no mercado mundial de vinhos. Segundo a empresa é essencial estar atento ao comportamento futuro do mercado asiático, em particular da China, Japão, Coreia do Sul, Hong Kong e Taiwan. No contexto europeu igualmente alguns países como Alemanha, Reino Unido, Suíça, Noruega, Dinamarca, Holanda, Suécia e Benelux merecem um olhar diferente pela sua atractividade. Já na América do Norte e sem surpresas o destaque irá para os mercados como os EUA e Canadá, que continuarão a crescer.

A empresa destacou ainda que a nível nacional há um trabalho positivo por parte das instituições e dos produtores na promoção, assim como salientou o desempenho favorável das marcas, que têm investido no design e em novos estilos cujo reconhecimento fica patente pelo conjunto de prémios conquistados nesta área específica nas mais diferentes regiões.

Tal como destacou Eugénio Jardim, Embaixador dos Vinhos de Portugal nos EUA, “Portugal está a representar uma nova revolução no mundo dos vinhos no mercado norte-americano sendo cada vez mais competitivo. A nova geração de consumidores de vinhos os “millenials” interessa-se e procura novidades e acolhe muito bem os vinhos Portugueses. O consumo e importação está em alta, pelo que existem muitas oportunidades neste mercado para os produtores nacionais.”

Jorge Monteiro, presidente da ViniPortugal, prevê “que no quadro de uma estratégia para os Vinhos de Portugal para 2018/2020 haja alguma alteração na geografia dos mercados a trabalhar, mas mantendo-se a concentração nos EUA que já é, e pretende-se que continue a ser, o principal mercado de exportação dos vinhos portugueses. A este factor acresce o facto deste mercado se constituir claramente como um mercado montra, que dita tendências a nível mundial e influencia decisões de outros mercados. Mas é natural que na Europa haja algumas correcções em termos de mercados alvo acompanhadas de algum reforço de investimento nos mercados asiáticos. Temas que serão objecto de discussão até Março de 2017”

A estratégia da ViniPortugal centra-se ainda na formação focada na divulgação dos vinhos portugueses em novos mercados. Ao contrário do que tem sido hábito, estas ações serão direcionadas diretamente para o consumidor final, e não apenas para o canal Horeca ou outros intermediários. Com este eixo estratégico pretende-se no médio prazo obter profissionais e entidades aptas a contribuir para o crescimento e profissionalização do setor cujo resultado será a afirmação internacional do país.

Goste / Partilhe este artigo: