Fórum Vinhos de Portugal regressa à Curia

publicado em: Notícias | 0

O setor do vinho reúne-se no próximo dia 23 de Novembro, a partir das 10h, no Curia Palace Hotel, para analisar novas tendências de consumos, novas categorias de produto,  canais de maior potencial, novas formas de venda e o e-commerce

logoviniportugal-novo

O Fórum Vinhos de Portugal regressa à Curia, reunindo todo o setor no próximo dia 23 de Novembro, a partir das 10h, no Curia Palace Hotel. As CVR’s e a ViniPortugal voltam a agrupar-se neste encontro onde para além de apresentar o Plano global de Marketing e Promoção para 2017, contendo o calendário 2017 das acções, com a participação dos agentes económicos, a organizar pelas diferentes entidades, irão ser avaliados os grandes mercados regionais Ásia, Europa Ocidental e do Norte, América do Norte e Europa Central e de Leste e analisadas as novas tendências no consumo.

A empresa britânica Wine Intelligence, especialista do mercado mundial de vinhos, será a convidada para uma apresentação sobre o comportamento futuro daqueles mercados e das novas tendências. A esta apresentação segue-se o debate, que pretende marcar a primeira etapa da construção do Plano de Marketing 2018/2020 para os Vinhos de Portugal com a participação aberta a todas as empresas do sector.

O programa inclui ainda a Entrega do Prémio CNOIV – Inovação atribuído pelo IVV, apos a apresentação dos dados mais recentes das exportações dos Vinhos de Portugal, evolução e análise de 2015 e 2016. A ViniPortugal apresentará a sua nova estrutura para Formação dos Profissionais e a Educação dos Consumidores, enquanto ferramenta de valorização dos Vinhos de Portugal.

Jorge Monteiro, presidente da ViniPortugal, destaca “Os vinhos Portugueses têm feito um percurso notável, cujo mérito é sobretudo dos produtores, e que exige uma abordagem dos mercados cada vez mais cuidada assente numa estratégia estável e coerente. É nesse sentido que a ViniPortugal convidou a Wine Intelligence para vir partilhar com o sector o seu conhecimento sobre mercados e tendências. Deste debate nascerão as linhas de orientação para a estratégia promocional a adotar para o triénio 2018/2020 sendo vital que o sector participe ativamente neste processo”.

Goste / Partilhe este artigo: