Fonte do Ouro Dão Nobre Branco 2015

publicado em: Notícias | 0

Do enólogo Nuno Cancela de Abreu nasce da colheita de 2015 o primeiro vinho Dão Nobre Branco da história vitivinícola portuguesa

Fonte do Ouro Dão Nobre e Grande Reserva 450

Respondendo a um mínimo de 90 pontos em 100 atribuídos pela camara de provadores da Região do Dão, este é um dos dois vinhos especialmente criados para a Comemoração do 25º Aniversário da Sociedade Agrícola Boas Quintas:

Fonte do Ouro Dão Nobre Branco 2015, do qual se produziram apenas 1.200 garrafas, em que a casta Encruzado ocupa o lugar de destaque a par do Arinto e do Cerceal Branco, foi fermentado e estagiado durante 6 meses em barricas novas, onde se destaca a elegância dos aromas de frutos brancos, a mineralidade e o amanteigado da madeira conjugados numa complexidade rica e prolongada que o torna um vinho de excelência;

Fonte do Ouro Grande Reserva Tinto 2013, com uma produção de 2.800 garrafas, em que a casta Touriga Nacional deixou uma marca indelével a par das castas Tinta Roriz e Jaen. Depois de estagiar 18 meses em barricas novas este vinho, com notas de fruta fresca, mostra uma grande concentração na cor e uma belíssima estrutura tânica num conjunto equilibrado de grande complexidade que o torna um excelente vinho de guarda;

Esta edição limitada comemora e homenageia a nobreza da região do Dão e as suas castas que permitiram criar dois dos mais distintos vinhos do primeiro quarto de século da empresa.

O projeto Boas Quintas teve início em 1991 quando Nuno Cancela de Abreu foi premiado no Concurso Nacional de Projetos de Jovens Agricultores Portuguese, que permitiu a plantação de uma nova vinha na região do Dão, a construção de uma pequena adega na antiga casa de família em Mortágua e o lançamento da primeira colheita da marca “Fonte do Ouro”.

Goste / Partilhe este artigo: