Atlântico

publicado em: Lugares, Opinião | 0

Na “riviera portuguesa” com localização atlântica impar, uma cozinha cativante onde a proximidade oceânica e o aroma da maresia são transpostos para a mesa dos privilegiados comensais deste cativante restaurante

Uma cozinha com aposta nos peixes, mariscos e algumas carnes maturadas, tem uma carta com apontamentos orientais e italianos, pautando-se o chef Jorge Fernando pela qualidade das matérias primas.

Criatividade e substância quanto baste sobre alguns pratos tradicionais e matérias primas nacionais adaptadas ao envolvente e cativante espaço.

Saladas de camarão, polvo ou sapateira, triologia de ostras, sopa de peixe, vieiras assadas com puré de ervilhas e bacon, carpaccio de polvo com microlegumes, camarão Kadaiff com molho tártaro, tártaro de salmão com kimuchi, ceviche de peixe, tataki de atum com molho á Bulhão Pato, risoto de sapateira com champanhe e citrinos, carpaccio de polvo, mexilhão marinado, tártaro de salmão,  lombo de bacalhau de meia cura com broa e brás de espargos verdes, naco de garoupa grelhada, peixe manteiga com tinta de choco, entrecotte de novilho maturado ou naco de leitão são algumas das excelentes criações deste jovem chef que promete ter uma interessante evolução.

Com uma carta de vinhos interessante e lista de vinho a copo, aqui as harmonizações são uma aposta em desenvolvimento.

Um restaurante que promete ser um espaço imperdível na costa do Estoril, junto ao Hotel Intercontinental Estoril e com gestão do mesmo grupo.

por Mário Rodrigues

Goste / Partilhe este artigo: