‘La Rosa Reserva’ e ‘Quinta de La Rosa’

publicado em: Notícias | 0

São dois os tintos da colheita de 2013 que a Quinta de la Rosa está a lançar no mercado nacional e internacional

2015 OUTUBRO 05 - ANTÓNIO PINTO, VINHO, ESTÚDIO, laROSA, Douro Red Wine Reserva 2012, 75cl
Foto de António Pinto

O ‘Quinta de La Rosa tinto 2013’ é produzido com uma mistura de castas, as tradicionalmente usadas no vinho do Porto: Touriga Nacional (60%), Touriga Franca (12%), Tinta Roriz (8%), Sousão (5%) e Vinhas Velhas (5%). As uvas são provenientes da parcela Lamelas, mandada plantar há cerca de 30 anos por Tim, pai de Sophia Bergqvist, atual gestora da Quinta de la Rosa e responsável por levar a bom porto as negociações para venda dos vinhos desta propriedade a nível mundial. Um vinho que embora esteja pronto a ser consumido – com pratos de carne ou queijos –, tem potencial de guarda por cinco ou mais anos.

Em 2013 tivemos um ano considerado fresco no Douro, o que deu origem a vinhos com um excelente equilíbrio. A fruta bem madura torna-se mais elegante graças a aromas frescos de bosque e florais; na boca tem volume e sabores mas também uma excelente acidez. O ‘Quinta de La Rosa tinto 2013’ mostra bem o perfil desta vindima: cheio de fruta, medianamente encorpado e vibrante no final. Os taninos vivos mostram que irá beneficiar bastante com o estágio em garrafa.

O ‘La Rosa Reserva tinto’ é o topo de gama, se não considerarmos o mítico ‘Vale do Inferno’, cuja vida lhe deu apenas duas edições, tendo na sua maioria Touriga Nacional, que aliada a uvas de Vinhas Velhas, mostra o seu esplendor. Acompanha preferencialmente pratos de carne fortes, enchidos ou um bom queijo da Serra. É um vinho para beber agora ou envelhecido em garrafa até daqui a 10 anos. A chuva durante a vindima de 2013 originou vinhos mais frescos e aromáticos que podem ser apreciados mais cedo. O ‘La Rosa Reserva tinto 2013’ apresenta uma bonita e profunda cor violeta e um aroma franco e intenso, com a habitual combinação de fruta madura e floral tão característica dos grandes Douros. Generoso e muito sedutor o ‘La Rosa Reserva 2013’ é um tinto cheio de sabores e personalidade mas sem excessos, volume de boca equilibrado, taninos macios e madeira quase imperceptível. O final de boca é muito longo, fazendo mostrar-se uma suave fruta complexa e quase interminável.

O preço recomendado de venda ao público do Quinta de la Rosa tinto 2013 é de € 9,20 (750ml), do La Rosa Reserva tinto 2013 de € 14,00 (375ml) . € 26,00 (750ml).

Goste / Partilhe este artigo: