“Mesa nacional”

publicado em: Notícias | 0

Restaurantes inesperados, em localidades (por vezes) difíceis de pronunciar, com gente real, histórias e… o melhor: a gastronomia portuguesa, no que tem de mais surpreendente o livro que Paulo Salvador dá a conhecer.

mesa_nacional_capa 250

Este não é o roteiro dos restaurantes da moda ou da gastronomia reinventada a um gosto (e visual) mais atual. “Mesa Nacional” é uma viagem por estradas secundárias e municipais e por localidades como Babe, Valhelhas ou Moreanes, onde se encontram restaurantes únicos, histórias que vale a pena contar e petiscos… inesperados (mas sempre deliciosos). O melhor da gastronomia portuguesa que o jornalista Paulo Salvador deu a conhecer nos blocos informativos da TVI, agora em livro para acompanhar o leitor nas suas incursões pelo país.

O livro chegou às livrarias no dia 10 de novembro e percorre de norte a sul e dos Açores à Madeira “viagens inesquecíveis” que Paulo Salvador fez com o colega, operador de câmara Ricardo Ferreira, por restaurantes do país e que resultaram em “dezenas de reportagens” para os jornais televisivos da TVI. O projeto, segundo o autor “nasceu de três fatores: uma paixão, um conceito e uma aceitação. A gastronomia; a divulgação de restaurantes onde só se levam os amigos; e o entendimento da Direção de Informação de que este era um produto televisivo original”.

O sucesso da rubrica “Mesa Nacional” tem sido tal que, no verão deste ano, foi para o ar a segunda série de reportagens e “muitos dos proprietários dos restaurantes retratados viram a sua vida mudar de um dia para o outro”.

“Paragens deliciosamente punitivas”, onde se come desde bacalhau racheado (e não recheado; porque se abre à racha), cozido escondido no pão, canja de cornos, e se é atendido por gente da terra, real, com as suas tradições, as suas histórias e o seu amor à cozinha, à arte de dar sabor e aromas aos mais típicos ingredientes nacionais.

“Mesa Nacional” é, por isso, um roteiro do Portugal gastronómico e suas histórias, que o autor conta socorrendo-se da intimidade criada com os proprietários e colaboradores dos restaurantes – relações que só a mesa propicia.

Goste / Partilhe este artigo: