Dona Isilda

publicado em: Lugares, Opinião | 0

O restaurante Dona Isilda teve origem à 30 anos atrás em outro espaço, o “Alcanena”, ainda aberto e em pleno funcionamento, onde a cozinha tradicional sempre foi a grande aposta.

Há cerca de 5 anos e com base na experiência no Alcanena da matriarca Maria Isilda Carvalho, Joaquim Fernandes (integra a câmara de provadores da CVR da Península de Setúbal) e o irmão Luís Miguel, abriram o Dona Isilda em homenagem a quem atribuem grande parte do know-how, a mãe.

O Alcanena era, e é, uma pequena casa onde a cozinha tradicional era feita ao momento. Como o cliente tinha que esperar, houve a necessidade de o “entreter” com alguns petiscos, entradas essas que ao longo dos anos se foram desenvolvendo, sendo uma tradição nos dias de hoje a variedade disponível.

Com um ritmo impressionante Joaquim Fernandes é o que se pode considerar um gestor nesta área, situação pouco comum. A arte de bem receber é uma constante aposta num restaurante espaçoso inserido numa quinta aprazível e bem tratada, com enorme jardim e parque de estacionamento.

A variedade de pratos de cozinha tradicional disponibilizada em buffet é impressionante, acima de tudo pela qualidade apresentada, com entradas, sopas, prato diversos de peixes, carnes e sobremesas de diversas regiões do país. Não faltam e também com qualidade os variadíssimos queijos e enchidos que abundam no nosso país.

Resumindo, um espaço seguramente a não perder, onde a qualidade e diversidade são uma realidade a que se junta uma excelente garrafeira com cerca de 300 referências e vinho a copo à escolha.

Um bom exemplo de que é possível conciliar boa cozinha e serviço em espaços generosos.
Unidade que integra a região da Rota dos Vinhos da Península de Setúbal

Restaurante Dona Isilda
Rua da Serrinha
São Brás, Palmela
Email: restaurantedonaisilda@gmail.com
Tel: 212 333 255 (Reservas)
Telm: 916 609 686 – 917 535 872 (Informações)
Site: www.restaurantedonaisilda.com/

por Mário Rodrigues

Goste / Partilhe este artigo: