Dona Ermelinda Reserva 2013

De uma produtora de referência da região da Rota de Vinhos da Península de Setúbal, surge este castelão, casta caraterística da região.

Dona Ermelinda Reserva  g

Das castas castelão 70%, touriga nacional 10%, syrah 10% e cabernet Sauvignon 10% é uma colheita de finais de setembro. Tem origem nas vinhas de Castelão com mais de 50 anos e das restantes castas situadas em Fernando Pó, zonas privilegiadas do concelho de Palmela.

Com fermentação em cubas-Lagar de inox com temperatura controlada, tem um estágio de 12 meses em meias pipas de carvalho francês seguido de estágio de 8 meses em garrafa. Um vinho que se aconselha a guardar e com longevidade, aconselhando o produtor uns bons 10 anos.

É um vinho com cor granada quase opaco, com aromas a lembrar frutos pretos, especiarias e fumo, com alguma compota devido à grande maturação atingida. Na boca é um vinho denso, cheio, com grande estrutura, taninos presentes mas integrados e macios. Final longo persistente e muito agradável.

A Casa Ermelinda Freitas, foi iniciada em 1920 por Deonilde Freitas, tendo hoje como grande impulsionadora Ermelinda Freitas que sempre dedicou especial atenção ao vinho. Ermelinda deu continuidade à empresa com colaboração da sua filha Leonor, que embora com formação fora da área vitivinícola, tomou a liderança da empresa reforçando assim a presença feminina na sua gestão.

Desde a primeira geração que esta casa aposta na qualidade das vinhas e dos vinhos, que inicialmente eram produzidos e vendidos a granel sem marca própria. Foi com a atual gestão que se deu a grande mudança de se criar marcas próprias. Assim, em 1997, iniciou-se um novo ciclo com o “Terras do Pó” tinto, primeiro vinho produzido e engarrafado da Casa Ermelinda Freitas.

Vinho da região da Rota de Vinhos da Península de Setúbal.

por Mário Rodrigues

Goste / Partilhe este artigo: