Boa Nova-Laboratório Harmonização A Copo

Luís Baila da RTP , Manuel Carvalho jornalista do Público e Daniela Macedo da ViniPortugal, foram os convidados da harmonização realizada no excelente espaço gastronómico, Casa de Chá da Boa Nova, do chef Rui Paula, em Leça da Palmeira

Em projeto histórico de Siza Vieira, com o mar como pano de fundo, decorreu mais uma harmonização a copo, com o apoio da Viniportugal, agora no restaurante que é a menina dos olhos do chef Rui Paula, o Boa Nova que faz fronteira com o mar, onde durante largos anos sempre foi a Casa de Chá da Boa Nova, mas fazendo jus ao nome.

Projeto que o chef assume como aquele em que se revê, mais personalizado e com caraterísticas únicas, onde o peixe e o marisco têm um papel preponderante, servindo de figurantes em propostas ousadas e inovadoras. Não posso aqui deixar de realçar que este conhecido chef tem mais dois restaurantes nos sítios mais emblemáticos do norte, o DOC em cima do rio douro, em Folgosa, e o DOP num palácio no centro histórico do Porto.

Tem uma carta de vinhos e lista de vinho a copo das melhores que tenho encontrado. Abrangente em termos de regiões e diversificação de produtores e vinhos, da responsabilidade do escanção Carlos Monteiro. Uma cozinha de autor com caraterísticas marcantes em termos de criatividade, ao nível de confeção e de empratamento. Na sala uma mise en place simples mas cativante, um serviço de sala e de vinhos a um nível espectável, eis um espaço que se pode vir a tornar na referência nacional a nível internacional, sendo que ainda não completou um ano e é já difícil conseguir marcação.

Sentados à mesa com as boas vindas do chef, deu-se início à degustação com pratos de nomes simples e bem elaborados.  O carpaccio de lavagante com um surpreendente e muito bem conseguido Colinas Brut Reserva Rosé 2009 (espumante Rosé Bairrada) a que se seguiu uma saborosa lula gigante dos Açores, agora acompanhada com Filipa Pato “Post Quercus” 2013 (tinto Bairrada). Para peixes tivemos robalo no seu habitat, uma real experiência de um mergulho no mar onde os aromas da maresia nos despertam os sentidos, tendo sido nos salgados o prato mais votado. Seguiu-se no peixe um caneloni de bacalhau harmonizado com o vinho surpresa da degustação, um Muxagat “Os Xistos Altos” 2011 (branco douro), um vinho muito equilibrado, cativante e ótimo final de boca, que indiscutivelmente foi a melhor harmonização e vinho.
A carne trouxe-nos uma pintada com tortelini de lavagante na companhia de Quinta Foz de Arouce 2010 (branco beiras) e uma saborosa Vitela de leite que teve a convicta harmonização com Palácio da Bacalhôa 2008 (tinto Setúbal) que também cativou o painel.
Para sobremesas uma tradição (combinação de três doces tradicionais) com o Quinta do Portal Reserva 1996, finalizando-se com chave de ouro, com o chocolate. O nome é simples mas a sobremesa é fantástica, composta por uma combinação de três chocolates, branco, de leite e negro, cuja preparação, empratamento e sabor final conseguido foi realmente cativante. Esta ultima sobremesa teve como simples acompanhamento o Messias Quinta do Cachão 1990 LBV que infelizmente não esteve à altura. Também não era  fácil.

Casa de Chá da Boa Nova do chef Rui Paula, um espaço que faz jus ao país atlântico que somos, pelo espaço e localização privilegiado, combinando uma cozinha mais oceânica e criativa aliada a uma carta de vinhos e vinho a copo excelente que mostra também o país vitivinícola que somos. Um restaurante que nos leva a pensar nada ter sido feito por acaso, e bem.

Veja aqui o video

Restaurante Boa Nova
Casa de Chá da Boa Nova
Av. da Liberdade (Junto ao farol)
4450-705 Leça da Palmeira
telefone: 229 940 066
telemóvel:. 932 499 444
email: boanova@ruipaula.com
GPS: 41° 12′ 10.21 N / 8° 42′ 52.87 W

por Mário Rodrigues

Goste / Partilhe este artigo: