Iniciativa com objetivo pedagógico

publicado em: Opinião, Opiniões | 0

Luís Costa, jornalista da RTP, um dos membros da mesa do evento realizado no Terrella, dá a sua opinião sobre a iniciativa “Harmonização a copo”

terrella Luis Costa 450

Foi com imenso prazer que acedi ao convite do Mário Rodrigues para participar na “Harmonização a copo”. Para além da simpatia e consideração que tenho pelo Mário, fi-lo por uma razão fundamental: porque percebi – e pude confirmá-lo na qualidade de participante do painel – que esta iniciativa tem um objetivo pedagógico e visa contribuir para elevar os padrões de qualidade praticados no sector da restauração em Portugal.

Foi também com este superior objetivo que, na década passada, ajudei a criar na revista “WINE – A Essência do Vinho” a avaliação mensal do serviço de vinhos nalguns restaurantes portugueses (resultado da média ponderada da carta de vinhos, dos copos, da temperatura, da qualidade do serviço, do aconselhamento e da existência de vinho a copo). No compromisso assumido com os leitores, escrevemos o nosso compromisso “em letra de forma” para que não restassem dúvidas: a avaliação efetuada “pretende afirmar-se como uma crítica construtiva, estimulando um cada vez melhor serviço de vinhos nos restaurantes portugueses”.

Nesta iniciativa do Mário Rodrigues e da “Alivetaste” senti-me a partilhar o mesmo espírito, a mesma atitude, o mesmo desiderato. Por isso aceitei este convite com todo o gosto. Parabéns Mário, e obrigado pelo teu valioso contributo!

Luís Costa
Jornalista da RTP, enófilo, colunista da revista “WINE – A Essência do Vinho”

“Harmonização a copo” tem o apoio da ViniPortugal

Goste / Partilhe este artigo: