Queijo Serra da Estrela

Alimento completo e complexo na biodiversidade

queijo da serra 600

por Mário Rodrigues

Pensar no “Monte Maior”, logo se despertam os sentidos para a Estrela – o Queijo Serra da Estrela. Poucos ingredientes, alimento completo e complexo na biodiversidade vertida no leite cru e inteiro das ovelhas autóctones Serra da Estrela e Mondegueira, flor de cardo (Cynara cardunculus) e sal marinho.

Com um território de 3120 Km2, 110 queijarias e 100000 animais, este histórico alimento estruturou uma gente na sua vida social, hábitos e tradições. Documentada a sua existência por escritores como Gil Vicente, Garcia de Mascarenhas, Oliveira Martins, Eça de Queirós, Correia de Oliveira, Torga e Aquilino… geógrafos como Nuno de Leão, Emídio Navarro, Amorim Girão, Orlando Ribeiro, Adelino de Abreu, Alberto Marques, … etnógrafos como José Leite de Vasconcelos, Jorge Dias, Alberto Trindade Martinho… e na mais remota antiguidade Luculus Modestus e Columela, general romano no seu I Tratado de Agricultura. Estrangeiros como Link, Hoffmann, Jan Jansen e Lanteusach…

Reconhecido, num passado recente, com várias medalhas de ouro em concursos internacionais de Queijos.

Goste / Partilhe este artigo: