Enóloga Filipa Pato

publicado em: Culto Do Vinho, Vinhos | 0

Pelo prazer e pelas fontes de inspiração ……

0003C0175F0BBE

por Mário Rodrigues

Filipa Pato, nascida na Bairrada, onde se encontra atualmente,  já passou por diversas regiões do mundo produtoras de belíssimos vinhos como, Bordéus, Austrália – Margaret River e Argentina – Mendonza.

 Como e quando despertou para o mundo do vinho?
Tão nova que não me lembro. Desde criança que brincava na vinha às escondidas e me deliciava com o cheirinho Baga que vinha do lagar.

Qual foi o seu maior desafio desde que teve início a sua atividade nesta área?
O maior desafio foi conseguir criar vinhos no estilo que sonhava e comunica-los sempre com um toque de humor.

Que história, pelo absurdo e/ou interessante, tem desde que iniciou a sua atividade?
Uma das histórias mais interessantes e mais recentes que tive foi o ano passado quando o Mayor de Antuérpia me convidou a fazer um vinho para receber a Mariza- a diva do fado. Criamos um Método Tradicional chamado Cremoso.

Qual o melhor vinho que já teve oportunidade de provar e de que país?
O melhor vinho não existe, depende do momento, do local onde estamos, etc…. É muito importante provar boas referencias, pelo prazer e pela fontes de inspiração para o meu trabalho.

Qual o restaurante que lhe proporcionou uma experiência inesquecível e porquê?
Imensos, mas se tiver que eleger apenas 1 seria o Oud Sluis do meu amigo Sergio Herman- o melhor chefe do Benelux.

Goste / Partilhe este artigo:

Leave a Reply